• RPA
20 de Novembro, 2019
8 minutos de leitura

RPA - Robotic Process Automation

Introdução

 

Buscando uma melhoria contínua em fazer os funcionários e colaboradores otimizarem o tempo de trabalho com mais eficiência, recomendamos o RPA (Robotic Process Automation) que traduzida para o português significa automação robótica de processos. A Base do RPA diz a respeito a processos simples e repetitivos, que antes de sua implementação só poderia ser executado por uma ação humana. Descubra os benefícios e vantagens do RPA e como ele se comporta quando bem utilizado.

 

O que é RPA?

 

Refere-se a um conjunto de comandos programados, onde são incluídas pequenas demandas repetitivas com o intuito de fazer "imitar" a ação humana de uma forma perfeita. O conceito é exatamente fazer com que uma sequência de cliques em uma plataforma execute determinado check list automático em alta velocidade.

 

Veja alguns comandos do RPA:

 

  • Liga-se a uma aplicação;
  • Conectar-se a APIs;
  • Aproveitar dados já existentes em outras tabelas;
  • Processar conteúdos já estruturados;
  • Mover arquivos e pastas;
  • Vínculo para e-mails;
  • Abrir tal informação na internet;

 

Quais os benefícios do RPA?

 

Menu prático voltado para ajudar o usuário na experiência sobre transformação digital, o RPA tem o conceito de ser bastante intuitivo e não importa o tamanho do negócio, ele vem para ajudar você na organização

 

Ao aprimorar o RPA, a empresa reduz a "rotina" que mesmo que seja necessário para o negócio a ideia é fazer com que sua equipe mude o foco no trabalho e priorize as demandas que necessitam de atenção humana, como por exemplo, as análises de relatórios e atendimento ao cliente.

 

Uma das vantagens do RPA é a diminuição de erros humanos. Atualmente, existem softwares programados para executar perfeitamente uma determinada demanda. Digamos que ao reduzir o Back office, o Front office é automaticamente fortalecido.

 

Falando agora de vantagens que agregam o front office e não somente vantagens na produtividade. Podemos destacar algumas na lista abaixo:

 

  • No atendimento ao cliente;
  • Processamento de pedido;
  • Envio automático de notificações;
  • Atualização no banco de dados de perfil de clientes e colaboradores;
  • Monitoramento de outras tarefas automatizadas;
  • Geração de relatórios automáticos

 

O futuro: RPA no seu negócio

 

A Automação robótica vem se mostrando muito eficaz. Uma pesquisa realizada em Gartner, apontou que 85% das grandes organizações estão querendo implantar o RPA no seu negócio até 2022. 

 

Tenha processos automatizados 

 

O RPA necessita de processos automatizados, para que ele tenha um alto nível de validação e que seu negócio consiga aproveitar o máximo do seu processo. Ele vai receber as informações nos processos automatizados, hoje feito de forma manual, e colocar para processar. Todo processo deve ter um início, meio e fim.

 

Oriente sua equipe

 

É normal que sua equipe estranhe a implementação e automatização de processos, principalmente para os mais leigos e os que não gostam de mudança. Explique para eles que a empresa precisa foco nos detalhes, para que esse projeto dê certo.

 

Gerencia o ciclo de vida do RPA

 

Quando implementar essa ferramenta, avalie se ela está fazendo a diferença no seu negócio e acompanhe de perto até seu processo se tornar automático.

 

O que seria o RPA 2.0?

 

Chamado de 2.0, esse conceito traz o uso de soluções dotadas da palavra machine learning, dessa forma esses mesmos robôs podem começar a aprender com as repetições e o auto volume de processos.

 

O uso da inteligência artificial aliada as práticas de RPA são derivadas da estratégia data-driven nas empresas, que possibilitam que a automação seja vista também na tomada de decisão e não somente na produtividade de processos.